quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Argh.

©2008-2009 ~jonja

E quem são essas pessoas?
Que pedem para esquecer o passado.
Estando sempre presentes.
E essas pessoas?
Que não olham nos olhos.
Que falam pelos cotovelos
Ao invés das cordas vocais.
Elas também respiram pelos cotovelos.
E esses não ficam quietos.
Falam, falam, mas ninguém sabe o sentido, ao certo.
Tão contraditórias(!)
Cegas diante à habilidade de quem sempre foi julgada.
E que sem querer :“VIVE”
Dia após dia.
As noites.
As tardes.
As infinitas tardes.
E ela está por aí.
Por toda a parte.
É só um pouco de paz.
Paz na esquina , no boteco, na Sernambetiba.
E mesmo assim, os cotovelos não emudecem.
Nem com ela.
Não os culpo, talvez.
A falta de costume de viver sem ela.
Deve ser foda.
Deixa esse efeito colateral.
Dói o cotovelo.
Mas estou cansada dessas vozes.
Calem a merda da boca.
Não quero falar outra vez.
Estou cansada. Cansadinha. Cansadíssima de escutar suas queixas.
Com nexo. Igualdades. Contradições. Parceiras do egoísmo.
Já calaram-se?
Façam um favor então?
Estrangulem-se na sinceridade de vocês.
Estou nem aí.
Talvez nem aqui.
Estrangulem-se logo.
Matem-se.
Enterrem-se.
Só não me encham o saco.
Porque esse já foi estrangulado.

7 comentários:

Rafael disse...

ui, medo de você.
:P
bjs

jupyhollanda disse...

nossa eu tbm ando ultimamente numa vibe assim. rsrsrsrsrs

não pise no meu pé senão eu posso empurrá-lo.

B-Ju

O Profeta disse...

Lembrarás tu que as manhãs
Acordam da tua luz fugidia
És esperança de perdida estrela
Quem recolhe a dor em Deus confia

Assombração que o luar esqueceu
Nas margens de um lago azul
Hoje passou a voar por mim
A última garça a caminho do sul

Era alva como a espuma do mar
Graciosa como mulher feliz
Voava de encontro ao vento
Com olhar brilhante de petiz


Boa semana


Mágico beijo

Tatiane Trajano disse...

E por aqui me calo.

Anônimo disse...

Algumas falam mesmo pelos cotovelos,outras talvez saibam doq estão falando...Oq é indiferente.Palavras são erros.O passado n é para ser esquecido,e sim muito bem administrado dentro d nós mesmos.É fazer uma varredura lá no seu "ID"(subconsciente).Aliás,se n fossem os problemas passados,vc jamais saberia lidar com os futuros.É tudo sempre muito válido nessa vida.
Vc me pergunta: Passado ou futuro?
Eu te respondo: Eu amo,o presente!

Jéssica V. Amâncio disse...

disse tudo, algumas pessoas tem que procurar mais o quê fazer além de tomar conta da vida alheia.

Joe disse...

ai meu saco!!