sábado, 27 de novembro de 2010

"E nada mais importa"


©2006-2010 ~Hendro


É na mesma atmosfera. Não sobre o mesmo teto. Quando saio, é você. Quando viajo, é você. Quanto tento beber, é você. Um acidente, é você. Cada pedaço em mim, na minha rua, na minha nuca. Te esbarro no sono. Te acordo pra mim.  Não dorme, aliás, durma. Você, aqui. Dou corda, e ela volta. Todo tímido, todo ele. É cada beijo que te dou, em silêncio. Impossível alguém assim existir. E o pior : Existe. Pelo menos, em mim.

3 comentários:

Jf. Barbosa disse...

belas palavras.. como sempre!

beijos

gabs. disse...

sempre perfeita, você, hã?

*O.o
passei muito tempo sem conseguir abrir o seu blog, achei que vc tinha fechado.

:*

Rafael disse...

Oh, que graça, gostei, haha.
Bjs