quarta-feira, 23 de julho de 2008

Nos meus sonhos...




Quero ouvir sua meia voz
Semelhante à minha fantasia
No alvorecer, entre o meio-dia...Sob a Lua
Na hora em que as estrelas disfarçarem minhas confidências
Supondo seu cheiro e iluminando o céu com vermelho timidez

Vou-me deitar no chão
Serena
E vestir-me de devaneios
Apenas para apreciar seus versos
Palavras que molham, forram...
Ainda mais o meu corpo

E mesmo que o tempo
Tenha um semblante de melancolia
Pela reserva que tomou conta de mim
Tomara que a canção caia em gotas
Sobre a minha pele

Para que assim eu possa aproveitar
Lentamente o doce
A duração da volúpia
E me inspirar
A sonhar contigo
Outra vez

3 comentários:

radik disse...

Cada palavra tua...
uma degustação
do mais raro prazer
que possa existir
naquele jardim.

Ju, sério,
Tá lindo só de olhar.

Kalye disse...

Muito bonito!!!
=D

beijos!!

Cristal disse...

Menina,
Vai me dizer que existe uma poetisa aí dentro de ti e eu não sabia???
Lindo JU... parece ter sido escrita por alguém que está amando... Eu adoro e admiro quando as pessoas não sentem medo e nem vergonha de colocar pra fora o que estão sentindo.
Abraços amiga e uma ótima semana pra ti e pro teu Príncipe Henry...