quarta-feira, 17 de junho de 2009

Cheque-mate


©2007-2009 ~Redpencil



Deitado assim, de bruços,
Na rede .
Tu e os braços balançando,
As pernas penduradas,
Cabelos, meio de lado.
Sem sua blusa xadrez,
E seus inúmeros botões,
Com um All Star baunilha.
E um par de meias do Che Guevara.
Tu, sem perceber:
Estatela-se.
Destaca-se das folhas, do teto, da cama.
Sem explicação.
Tu, com a feição serena.
Com as mãos amenas, orelhas pequenas.
Absoluto dentro da minha íris.
E nos meus dias.

3 comentários:

Kalye Duranki disse...

Ela voltou inspirada!!

uiii

xD

Jéssica V. Amâncio disse...

aah adoreiii. tão tãoo... total, tomando conta da pessoa inteira.:)
De duas uma nessa situação: ou saí de perto da rede para não cair dela, ou se joga nela por inteira.

Juliana Porto disse...

Kalye: huahuahua

Jéssica: Pior que ele já tinha caído da rede. =P