sábado, 10 de outubro de 2009

Das artes que aprendi...


©2009 =aimeelikestotakepics

Quando levantar-te, tente recordar-se de Frida Kahlo. E as diversas cores e lesões que o tempo fora capaz de rabiscar. E assim que deitares ouça-me pelo toque da minha pele e tente recordar de Antonín Dvořák. E de todas as primaveras. Pois as flores também são obras de arte. A sinfonia do novo mundo.Com certeza, escutarás óperas, entre nossos lençóis e pisos de porcelana.

6 comentários:

Inês disse...

Gostei dos seus escritos e da sua energia, me identifiquei!
Parabéns por este espaço iluminado!
Um abraço da nova seguidora.
Inês.

Kalye Duranki disse...

que coisa mais chique esse post, adorei!! um must! rss
souvenirs hollywoodianos comprados! passagem marcada p 4a! o/
chego ai 5a!

:****

S2

radik disse...

Hmm.. texto conceitual!
Belo! E bem escrito.

"Pois as flores também são obras de arte"

E tua arte também floreia obra.
Beijo pra tua poesia.
E um beijo maior pra você.

Tatiane Trajano disse...

Sinto cheiro de flores ao te ler...

Muito bom, Juliana.

Beijo-beijo

Gabriela M. disse...

Antonín Dvořák, quem é?

O.o

adorei o post do coração aqui embaixo!! ;)

Marie disse...

Frida!!!! Amoooo.Obrigada pela visita . O blog está de volta.
beijos