terça-feira, 20 de outubro de 2009

Mais vous, le voulez-vous?


©2007-2009 ~s0phistrious

-Simples, charmosa composição, enfleurage-


O aroma da pele dele. Essencial.
Nos lábios: O leve frescor.
Ela fica nua. Matéria-[obra]prima.
Abre o zíper dele. Picante.
Criam uma fragrância híbrida.
E uma deliciosa sensação.
Sim , os dois.


8 comentários:

radik disse...

Senti esta fragância daqui.

Foi um banho de algumas sensações, misto de elegância, romantismo, realismo (sim, separados apenas por aquela vírgula ali), e flores e vinhos, em lençóis molhados. Talvez um conhaque.

E que fragância.

Beijos!!

apenas sinto... disse...

Ainda não.... mas será q realmente eu lhe faria falta?

=*

Kalye Duranki disse...

lembrei dessa musica hoje, `voulez-vous coucher avec moi`, imaginei uma pessoa dizendo isso a outra..

e vc continua a poeta danada de sempre, poucos dotes que nada, se joga de rosa, bicha! uiiiiii \o/\o/\o/
rssss

saudaaaade

to chegando, mano, bota agua no feijaoooo

vamo cantar no cara-o-que? rss

:****

Camila disse...

suave ler isso :)
belo blog \o

bejoos

Tatiane Trajano disse...

Hummm..Cheirinho bom, senti aqui.

ui!
#)

Beijos, Juliana.

! Marcelo Cândido ! disse...

só "dois" mesmo para fazerem isso
!!!
hehe

Iara Rabelo disse...

Me lembrou a musik do skank... Formato minimo:
Nada a ver mas ao mesmo tempo iniqualavel...

Começou de súbito
A festa estava mesmo ótima
Ela procurava um príncipe
Ele procurava a próxima

Ele reparou nos óculos
Ela reparou nas vírgulas
Ele ofereceu-lhe um ácido
E ela achou aquilo o máximo

Os lábios se tocaram ásperos
Em beijos de tirar o fôlego
Tímidos, transaram trôpegos
E ávidos gozaram rápido

Ele procurava álibis
Ela flutuava lépida
Ele sucumbia ao pânico
E ela descansava lívida

O medo redigiu-se ínfimo
E ele percebeu a dádiva
Declarou-se dela o súdito
Desenhou-se a história trágica

Ele enfim dormiu apático
Na noite segredosa e cálida
Ela despertou-se tímida
Feita do desejo a vítima

Fugiu dali tão rápido
Caminhando passos tétricos
Amor em sua mente épico
Transformado em jogo cínico

Para ele uma transa típica
O amor em seu formato mínimo
O corpo se expressando clínico
Da triste solidão a rubrica

;D

Joe disse...

Alguém peidou??????????
Foi mal, o post é ótimo, o que quebra são os comentários =P