segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Superare.

Imagem : Fall_dark_angel



Ele tinha um jeito de andar, lento. Repleto de minúcias.
Até agora e excessivamente. E tinha um pouco ar de saber de tudo.
Ele era desse jeito. E um claro “Sinto a tua falta” sem demora recordava-me páginas de alguns livros passados. Como se a minha vida inteira estivesse empoeirada na estante.






7 comentários:

Flávio Pinheiro disse...

Palavras precisam ser interessantes pra prender minha atenção...E as suas me prenderam....Parabéns.....beijos...

http://industriablogal.blogspot.com

daninho disse...

uma escrita bem elaborada , cheio de sulpresa , agora sou seu fa
bjs

Rogerio Martins disse...

Gostei das suas postagens. Visual também bem legal. parabéns pelo blog.

Pablo disse...

Gostei muito do texto, pequeno mas muito bonito.

Parabéns pelo texto !

http://sombradaamendoeira.blogspot.com/

Anônimo disse...

Gostei muito
=*******











joe

Fogo disse...

adorei o seu blog.

passe no meu
http://fogodeletras.blogspot.com/

Daniel Barros disse...

Como se a minha vida inteira estivesse empoeirada na estante.

Lindo isso, menina! Vez ou outra me sinto assim tmb! Como se tudo que passamos (ou passaremos, querendo ou não) estivesse ali, nas páginas dos livros antigos.

Bjs.

(obrigado pelas visitas. fico feliz em saber que gente que escreve tão bem, de alguma forma, gosta das coisas que escrevo.