quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

7 anos de azar


Fico aqui, tanto de mim.
E você aí, espelho meu.
Com mais acerto...
Posso arriscar: Sou eu.
Olho pro espelho
Repudio o teu reflexo nele.
Rejeito teu brilho espelhado.
Uma moldura deteriorada.
É o que parece.
As linhas fora de foco.
Embriaga-se.
E sangra.
Sangra as proporções da tua pele sobre a minha.
Os olhos simetricamente dentro do outro.
Rasga-me o silêncio dolorido que atraímos.
E corroemos até o último retalho.
Até que ecoe o clamor do nosso espírito.
Um berro.
Meu.
Aliás, nosso.
Digo que não.
Contesto você em mim...
Qualquer sinal, ironia.
Cada desfalque.
Um contemplar incessante.
Mútuo.
Serenos.
Apavorados com o contorno fiel do medo.
Desenhado atrás de toda a verdade.
Fantasiado de impressionista.
Falso quebradiço.
Escoando no mesmo instante que eu apago a luz.
Como num ritual de autodestruição.
Tal qual um pedido...
Seja uma gorjeta qualquer.
Eu me amo.

10 comentários:

Anônimo disse...

eu quero ser feliz =~

Kalye Duranki-Amon disse...

eu tb me amo.
\o/

maneiro o novo layout!

:****

Anônimo disse...

"Enraizada em cada vida que a gente imagina"

Nossa, por que todo mundo só pergunta? Ninguém responde nada.
Cê aí, pode me dizer?

Juliana Porto disse...

E você é só mais "um" pra perguntar...
Por que?

=P

Anônimo disse...

"
Por que o azul é azul?
Por que o lilás é lilás?
Por que sim não é sul?
Por que não, não é mais?

Será que um dia eu poderei saber
Por que pra que?
Pra que por que?
Por que pra que?
"

Juliana Porto disse...

Freud explica!

;)

Anônimo disse...

"
Explica, Freud, o padre explica, Krishnamurti tá
vendendo
A explicação na livraria, que lhe faz a prestação
Que tem Platão que explica, que explica tudo tão bem vai lá que
Todo mundo explica
protestante, o auto-falante, o zen-budismo,
Brahma, Skol
Capitalismo oculta um cofre de fá, fé, fi, finalismo
Hare Krishna, e dando a dica enquanto aquele
papagaio
Curupaca e implica
Com o carimbo positivo da ciência que aprova
e classifica

O que é que a ciência tem?
Tem lápis de calcular
Que é mais que a ciência tem?
Borracha prá depois apagar
Você já foi ao espelho, nego?
Não?
Então vá!
"

Juliana Porto disse...

E diante do espelho , digo mais uma vez: Eu me amo!

haha

Anônimo disse...

"o amor é o calor que aquece a alma"

e eu pensando que era o compressor do posto...............

Juliana Porto disse...

Eu pensei que ele só fosse cego.
tsc tsc.